Minas Gerais, segundo estado mais populoso do Brasil, é uma região rica em cultura, reconhecida mundialmente também na gastronomia, onde o estado se destaca pela variedade de doces e salgados.

Não é só por essa razão que Belo Horizonte é lembrada, mas também pelos belos pontos turísticos que marcaram época da história brasileira, tais como: Inconfidência Mineira, Revolução de 1930 e Golpe Militar de 1964, entre outros.

Pontos Turísticos:

  • Museu da Pampulha


O Museu da Pampulha é mais uma das incríveis obras feitas pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Foi inaugurado como um cassino, onde foi se tornar museu apenas em 1957.

A partir de então, foram adicionados cerca de 900 obras, além de salas multimídia, biblioteca, café e loja de souvenirs.

Uma curiosidade interessante é a inspiração de Niemeyer, que foi baseada nos fundamentos de “Le Corbusier” (arquiteto, urbanista e pintor francês, considerado junto com Oscar, um dos mais importantes arquitetos do século XX).

  • Praça da Liberdade

Quando Belo Horizonte foi inagurada o ponto turístico mais frequentado tanto por moradores quanto por turistas era a Praça da Liberdade, mas devido a uma invasão de feirantes em 1969 a arquitetura do local foi muito danificada.

Mas em 1990 as feiras foram todas proibidas no local, e a partir daí iniciaram-se as obras de restauração da praça, que atualmente já está reformada, seguindo o próprio estilo antes de ser danificada.

E durante a noite, diversas luzes localizadas em pontos estratégicos iluminam todo o local, resultando em um show de luzes e beleza.

  • Serra da Mantiqueira

A Serra da Mantiqueira é um conjunto de montanhas que chega a se estender por 3 estados (São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro), onde tem aproximadamente cerca de 500 km de extensão, além de altitudes que variam de 1200 a 2800 metros.

Na Serra existem um bom número de unidades de conversavação, como a área de proteção ambiental.

Na divisão das terras para os 3 estados, a maior parte fica para Minas Gerais, com 60%.